TravelBI
Home / Mercados / Alemanha
Última atualização: fevereiro 2024

ALEMANHA

Perfil do mercado

População e caracterização socioeconómica

A Alemanha é um país da Europa Central com 85,38 milhões de habitantes em 2023, estimando-se que em 2026 esse número possa atingir os 86,05 milhões. Face à União Europeia (UE) a sua quota foi de 18,7%.

Em 2023, a Alemanha foi a 4.ª maior economia a nível mundial e a 1.ª no contexto europeu conforme abaixo indicado indicamos de acordo com os dados da GlobalData Macroeconomic:

Dimensão e caracterização do turismo para o estrangeiro

De acordo com os dados da Globaldata, a Alemanha foi o 2.º mercado emissor de turistas a nível mundial, tendo gerado 120,8 milhões de viagens em 2023, que equivale a uma quota de 6,3% do total da procura turística mundial.

Em 2022, (dados Reiseanalyse 2023), Renânia do Norte-Vestfália (quota de 22,8%), Baviera (14,1%), Baden-Wurtemberga (13,1%), Baixa Saxónia (8,3%) e Hessen (8,2%), constituem as 5 principais regiões emissoras de turistas germânicos para o estrangeiro (concentram 66,5% do total de outbound).

Segundo a Globaldata, em 2023, as saídas de turistas germânicos para o estrangeiro registaram um crescimento relevante (+23,0%), superando o nível registado em 2019 antes da pandemia (+4,1%). Cerca de 89,3% dos fluxos totais de outbound estão concentrados no continente europeu; 57,7% das viagens para o estrangeiro realizaram-se por via terrestre, 38,6% foram aéreas e apenas 3,7% por transporte marítimo.

A estada média no estrangeiro foi de 8,7 dias; e a faixa etária mais representativa foi dos 35 aos 49 anos (27,3%), seguida da faixa dos 50-64 anos (22,7%). Em termos globais de sazonalidade, as deslocações distribuíram-se em: época alta (julho a setembro) com 28,1%, época baixa (janeiro, fevereiro, março, novembro e dezembro) com 35,9% e época média com 36,0%. Relativamente aos elementos que constituiram o grupo, a maioria dos turistas viajaram em casal (31,3%), seguindo-se os que viajaram em família (24,4%), sozinhos (24,1%) e em grupo (20,3%).

Em 2023, a motivação Lazer concentrou 88,3% do total das viagens dos residentes alemães ao estrangeiro (inclui Lazer, e Visitas a familiares e amigos) e as viagens de negócios representaram 9,2%.

Os gastos totais ao estrangeiro por parte dos turistas alemães registaram em 2023 um crescimento interessante na ordem de 27,5% face ao ano anterior, excedendo também o nível observado em 2019 (+8,6%). 

Os gastos no exterior com o Transporte registaram uma quota de 23,2%, seguido do Comércio a retalho (20,3%), Alojamento (20,1%), Agentes Viagens e turismo (15,5%), Restauração (12,6%), Entretenimento (4,7%) e outros setores (3,4%). O gasto médio per capita por viagem no exterior foi de 145,4 USD.

Dimensão do mercado em Portugal

Alemanha posicionou-se em 2023 como o 5.º mercado turístico para o destino Portugal aferido pelo indicador hóspedes (quota: 8,9%) e o 2.º em dormidas (11,3%). Nesse ano, o mercado da Alemanha registou cerca de 1 621,5 mil hóspedes (var.23/22: +13,4%) que geraram 6 073,0 mil dormidas (+12,9%). Destaca-se ainda como o 3.º mercado em termos de receitas turísticas com um valor de 2 827,2€ milhões (quota: 11,2%), registando um aumento homólogo de 19,4%.

Comparando 2023 com 2019, antes da pandemia, observa-se que os valores registados nos indicadores hóspedes (+5,2%), dormidas (+2,6%) e receitas turísticas (+43,2%) foram superiores aos valores observados na pré-pandemia.

Relatório | Fluxos Turísticos para Portugal

No indicador dormidas, a Madeira é o principal destino nacional dos turistas provenientes da Alemanha que visitam Portugal (31,1%), seguido do Algarve (29,4%), da Área Metropolitana de Lisboa (19,7%), e do Norte (9,5%).

Este foi o panorama verificado no final do ano de 2023:

Perspetivas

As mais recentes projeções do Fundo Monetário Internacional para 2023 apontam para uma diminuição da atividade económica de 0,3% da Alemanha, deverá ser a única economia do G7 a registar uma contração, na sequência do conflito na Ucrânia e das suas implicações (indústria alemã estava altamente dependente das importações de energia da Rússia, especialmente do gás), particularmente ao nível do aumento de preços da energia e de outras commodities, bem como do aumento das taxas de juro bancárias, para 2024 está previsto um crescimento do PIB de 0,5%.

De 2024 a 2027, as partidas internacionais da Alemanha deverão crescer a um CAGR de 6,3% para chegar a um total de 156,0 milhões de partidas em 2027 (projeções da GlobalData). Os gastos dos turistas germânicos no estrangeiro deverão aumentar a um CRGR de 10,3% reportado ao período de 2024 a 2027 (previsões da GlobalData).

Segundo estimativas da OAG Scheludes Analyser reportadas à temporada de verão de 2023 face à de 2019 para o mercado germânico, estas revelam o comportamento dos seus principais destinos europeus em termos do número de lugares aéreos programados disponíveis: Espanha: 8,8 milhões de lugares (+5,6%), Turquia: 7,0 milhões de lugares (+12,0%), Itália: 4,2 milhões de lugares (+1,6%), Grécia: 3,8 milhões de lugares (-8,8%), Portugal: 1,6 milhões de lugares (+2,6%) e Croácia: 1,0 milhões de lugares (+6,3%).

Se compararmos a temporada de Inverno 2024 (entre 1 de outubro de 2023 a 31 de março de 2024) face ao período homólogo de 2019 prevê-se o seguinte número de lugares aéreos disponíveis da Alemanha para os principais destinos europeus: Espanha: 6,2 milhões de lugares (+15,1%), Turquia: 4,3milhões de lugares (+18,6%), Itália: 2,7 milhões de lugares (+14,5%), Grécia: 1,7 milhões de lugares (+25,2%), Portugal: 1,6 milhões de lugares (+13,3%) e Egito: 1,5 milhões de lugares (+35,5%).

Os dados da Forwardkeys relacionados com as reservas indiciam que as previsões de passageiros com origem no mercado da Alemanha para Portugal reportadas ao período de fevereiro a julho de 2024, deverão registar um acréscimo (+14,4%) face ao período homólogo anterior.

Em 2024, há um maior número de alemães a manifestarem vontade de ir de férias do que o verificado em 2023, isto apesar dos preços mais elevados, da recessão económica e dos conflitos internacionais. Na Europa, Espanha continuará a ser o destino mais procurado, mas a Escandinávia subiu para o 3.º lugar em 2023, enquanto a Turquia e a Grécia perderam quota. De acordo com a Travel Data Analytics (TDA), em dezembro de 2023, o nível de reservas para férias em 2024 já estava anormalmente elevado, tanto para as férias de inverno, como para as de verão.

Notícias de mercado

Inflação continua a abrandar

A inflação continua a descer. Em março, os preços ao consumidor foram 2,2% mais elevados do que no mesmo mês do ano passado, de acordo com dados preliminares do Serviço Federal de Estatística. Esta é a taxa mais baixa desde abril de 2021. Em fevereiro, a taxa de inflação anual ainda atingiu 2,5% e em janeiro 2,9%.

02.04.2024 - www.fvw.de

Volume de reservas mantém-se elevado em fevereiro

De acordo com os dados da Travel Data + Analytics (TDA), o volume de novas reservas para viagens de operadores turísticos mantém-se a um nível elevado. Ao todo, as vendas geradas nas vendas de viagens no mês de reserva de fevereiro de 2024 foram 17% superiores às do mesmo mês do ano passado

01.04.2024 - www.reisevor9.de

Estagnação na Alemanha com a previsão de apenas 0,1% de crescimento do PIB

Os principais institutos de investigação económica acreditam que a economia alemã apenas registará um crescimento reduzido este ano, mas preveem uma retoma em 2025. O Produto Interno Bruto (PIB) deverá aumentar apenas 0,1% em 2024, de acordo com as previsões conjuntas para o Governo alemão publicadas na quarta-feira (27MAR). No outono, esperava-se ainda um crescimento de 1,3%. Os institutos baixaram as suas previsões para o próximo ano de 1,5 para 1,4%. No entanto, o desempenho económico seria então inferior em mais de 30 mil milhões de euros devido ao atraso na recuperação. No ano passado, a maior economia da Europa registou uma contração de 0,3%.

27.03.2024 - www.faz.net

Publicações

Próximos Eventos

Sem próximos eventos