TravelBI
Home / Mercados / Bélgica
Última atualização: novembro 2023

BÉLGICA

Foto: @tsomme

Perfil do mercado

População e caracterização socioeconómica

A Bélgica é um país com 11,63 milhões de habitantes em 2022, estimando-se que, em 2025, possa atingir os 11,77 milhões.

Nesse ano, a Bélgica foi a 25.ª maior economia a nível mundial de acordo com os dados da GlobalData Macroeconomic.

Dimensão e caracterização do turismo para o estrangeiro

A Bélgica posicionou-se como o 7.º maior mercado emissor de turistas a nível mundial, tendo gerado 22,8 milhões de viagens em 2022, o que representa uma quota de 2,7% do total da procura turística mundial, de acordo com os dados da Globaldata. Em 2022, as saídas de turistas belgas para o estrangeiro registaram um crescimento considerável (+81,0%) face ao ano anterior, mas apresentam ainda um nível inferior ao registado em 2019 antes da pandemia (13,0%). Cerca de 91,7% do total dos fluxos de outbound estão concentrados no continente europeu.

Nesse ano, o TOP 10 dos destinos dos turistas belgas quando viajam para o estrangeiro: França (quota: 26,0%), Espanha (11,0%), Países Baixos (9,2%), Alemanha (5,2%), Itália (5,0%), Áustria (2,8%), Turquia (2,6%), Grécia (2,5%), Reino Unido (2,4%) e Marrocos (1,8%), de acordo com os dados da Globaldata. Portugal posiciona-se no 11.º lugar com uma quota de 1,4%.

Do total de viagens que realizaram os turistas belgas ao estrangeiro, em 2022, cerca de 58% têm origem na região de Flandres, área emissora que mais viagens regista, seguida da região de Valónia (27%) e da capital Bruxelas (15%).

Por sua vez, 38,4% das viagens ao exterior realizadas pelos turistas belgas foram por via aérea, 60,3% reportaram viagens por via terrestre e 1,2% por via marítima.

A estada média no estrangeiro foi de 7,7 dias. Os turistas belgas que viajam para o estrangeiro fazem-no: individualmente (33,3%), em casal (32,9%), em família (26,8%) e em grupo (6,9%). Em 2022, a faixa etária dos 35 aos 49 anos é a mais representativa (quota 22,8%), seguida da faixa dos 50-64 anos (22,5%) e da dos 25-34 anos (15,4%).

A motivação Lazer, nesse ano, concentrou 79,7% do total das viagens dos residentes da Bélgica ao estrangeiro (inclui Lazer e Visit Friends and Relatives), seguida pela motivação de negócios que concentram uma quota de 18,3%, outros motivos os restantes 2,0%.

Em termos globais de sazonalidade, as deslocações dos residentes belgas ao estrangeiro distribuem-se em: época alta (julho a setembro) com 41,9%, época baixa (janeiro, fevereiro, março, novembro e dezembro) com 26,2% e a época média com 31,9%.

Em 2022, os gastos totais ao estrangeiro por parte dos turistas com origem na Bélgica registaram um crescimento considerável de 44,3% face ao ano anterior, e registam um nível ligeiramente inferior ao observado em 2019 (3,3%).

Os gastos no exterior com o Transporte registaram a quota de mercado mais elevada (22,8%), seguido dos gastos com o Alojamento (21,0%), Intermediação das Agências de Viagens e Operadores Turístico Restauração (17,6%) e Restauração (12,4%). O gasto médio diário no exterior foi de 122,8 USD.

Dimensão do mercado em Portugal

Em 2022, a Bélgica posicionou-se como o 10.º mercado turístico da procura externa para o destino Portugal aferido pelo indicador dormidas (quota 2,2%) e ocupou o 11.º lugar para o indicador hóspedes (quota 2,2%).

Nesse ano, as dormidas dos turistas provenientes da Bélgica em Portugal registaram um acréscimo de 75,6% e os hóspedes um aumento de 77,4% face ao ano anterior, totalizando 1 051,8 mil dormidas e 333,0 mil hóspedes, respetivamente.

Relatório | Fluxos Turísticos para Portugal

Observa-se igualmente um acréscimo nas receitas turísticas em 2022, na ordem dos 53,5% face ao ano de 2021, que se situaram em 450,0 milhões de euros, posicionando-se no 11.º lugar com uma quota de 2,1%.

Comparando o ano de 2022 face ao ano de 2019 antes da epidemia, os valores estão acima nos indicadores hóspedes (+2,2%), dormidas (+1,4%) e receitas turísticas (+18,8%).

No indicador dormidas, Algarve é o principal destino nacional dos turistas provenientes da Bélgica que visitam Portugal (28,5%), seguido da Área Metropolitana de Lisboa (28,5%), Norte (13,6%) e Centro (12,8%).

Este foi o panorama verificado no final do ano de 2022:

Perspetivas

As projeções mais recentes do FMI indicam que a economia belga registará um crescimento moderado de 1,0% em 2023, em resultado da atual conjuntura internacional ser desfavorável, com o conflito na Ucrânia, a guerra no Médio Oriente e o aumento dos custos energéticos e de outras matérias-primas e bens intermédios. Para 2024, perspetiva-se um crescimento ligeiramente inferior na ordem de 0,9%.

De acordo com a GlobalData, entre 2023 e 2027, as partidas internacionais dos turistas dos belgas para o estrangeiro deverão crescer a um CAGR de 4,3%, para chegar a um total de 32,1 milhões de partidas em 2027. Os gastos dos turistas deste país no exterior deverão aumentar a um CAGR de 7,9% para o mesmo período.

Segundo as estimativas da OAG Scheludes Analyser, tendo por base a temporada de verão de 2023 comparativamente a 2019 para o período entre 1 de abril a 30 de setembro de 2023, prevê-se o seguinte número de lugares aéreos disponíveis da Bélgica para os principais destinos europeus: Espanha: 1,8 milhões de lugares (-1,4%); Itália: 1,3 milhões (+6,4%); França: 750 mil (-11,9%); Alemanha: 520 mil (-6,7%); Grécia: 510 mil (+17,0%); Portugal: 495 mil (-13,7%) e Reino Unido: 490 mil (-19,5%).

Segundo a Forwardkeys, as previsões dos voos em termos de passageiros com origem no mercado da Bélgica para Portugal, reportadas ao período de outubro de 2023 a março de 2024, apontam para um crescimento de 24,0% face ao período homólogo anterior.

Notícias de mercado

TUI obtém grande número de viagens “last minute” dos seus clientes da Flandres

Nas últimas três semanas na TUI, cerca de 30% das reservas totais do ano foram feitas devido ao clima belga instável, levando muitos belgas da região da Flandres a reservar férias de última hora para destinos de sol. Como resultado, houve um aumento de 35% no número de reservas em comparação com os anos anteriores. A prioridade dos clientes foi para destinos de sol, com preços acessíveis e pacotes all-inclusive. Destaque para Ilhas Canárias, Espanha, Egito e Turquia.

11.04.2024 - www.travmagazine.be

Inquérito GTIR revela que cada vez mais belgas querem ir de férias

O mais recente Inquérito de Intenções de Viagem dos Belgas (GTIR) da ABTO revela um aumento nas intenções de viagem para os próximos meses, com um orçamento de férias planeado, intenções de partida de última hora, uso da internet para reservar e escolha de destinos. Com base nas respostas de uma amostra representativa de cidadãos belgas, o GTIR destaca um aumento significativo nas intenções de viagem em comparação com anos anteriores.

10.04.2024 - www.pagtour.info

Aeroporto de Bruxelas regista um aumento do tráfego aéreo expressivo em fevereiro

Em fevereiro, o Aeroporto de Bruxelas registou um aumento de 14% no número de passageiros em comparação com o mesmo período do ano anterior, totalizando 1,55 milhões de pessoas, impulsionado pelos feriados de Carnaval e pelo dia adicional do ano bissexto. No entanto, a suspensão dos voos para TelAviv em outubro passado e a greve na Brussels Airlines e na Lufthansa tiveram impactos negativos. O número de movimentos de voos e voos de passageiros aumentou significativamente, com uma média de 138 passageiros por voo em fevereiro de 2024. Além disso, houve um ligeiro aumento na proporção de passageiros em transferência de partida, enquanto os países mais visitados foram Espanha, Alemanha, Itália, Marrocos e Turquia.

13.03.2024 - www.pagtour.info

Publicações

Próximos Eventos

Sem próximos eventos
Susana Cardoso

Susana Cardoso

Coordenadora da equipa no mercado

Info.Belgium@turismodeportugal.pt 003222864339